domingo, setembro 27, 2020

Crocodilo Live Extraordinária

Depois que fizemos a Crocodilo Live pelo edital
#Culturanasredes, promovido pelo governo do Estado do Rio de janeiro, Pedro
falou:
- Faremos nova live em 26 de setembro! – e, ontem, fizemos,
preparamos tudo, chamamos Edil, enxuguei a Crocodilo Live, coloquei uma música
nova, Bateria, e Pedro disse que o nome agora seria Crocodilo Live
Extraordinária. Ele editou a logo que Felipe Castro tinha feito para a capa do
disco Crocodilo, meus olhos parados, duros, no susto, como os de mamãe e
comecei. Ficou uma live bonita, com as turbulências do nosso sinal de internet,
mas, tranquilo, surpresa, ao acaso de quem estava on line na hora, os que
curtem o meu som, poucos amigos viram ao vivo, uma beleza! Os amigos que não
foram pegos pelo súbito da coisa e quiserem ver, acabo de subir no meu canal de
youtube. Vale apenas assistir, mas se puderem, curtam meu canal, compartilhem
minha live, ta bonita e engraçada, façam-me popular, plis:


https://www.youtube.com/watch?v=Mb_9mrd5TJo

quarta-feira, setembro 23, 2020

 Ontem, pela primeira vez, tomei o meu coquetel de remédios para a AIDS sem que eu precisasse tomar o AZT. Tenho tentado com minha médica - a mesma que há um tempo criou problema comigo, por causa de um laudo que eu precisava contando sobre as minhas sequelas motoras e tal – trocar os meus remédios para remédios modernos, sem muito efeito colateral e ela vem sempre com uma objeção. Ontem, quando acordei com a chuva pensei, não vou. Mas o Pedro disse, vai. E fomos.

Eu tinha o pensamento de que se, mais uma vez, ela não trocasse meus remédios, pediria na assistência social que trocassem para outra pessoa acompanhar meu HIV, quer dizer, outro médico. E ela trocou, tirou o AZT de minha fórmula. Foi um portal. Que coisa!

Fora isso, As Vizinhas de Trás – Roser chegaram em Castellon de La Plana. Tive disse no Instagram:




segunda-feira, setembro 07, 2020

... essa foto é na rádio Pop Goiaba na UFF no início de  2004, janeiro ou fevereiro provavelmente – o Claudinho me mandou hoje e continuou – e aviso que a rádio volta online sábado que vem! –

Portanto, nos liguemos a seu dial:

 

segunda-feira, agosto 31, 2020

Defesa de Sandro Aragão - A subjetivação homoerótica em Luís Capucho

Para mim o Sandro já lacrou dando-nos a possibilidade de
assistir a sua defesa de tese de mestrado, que é uma coisa que parece ser tão
encastelada na torre, tão na torre, aí, ele jogou as tranças pra gente e vamos
todos subir hoje no youtube para ver como vai ser isso, como é o julgameto,
como vai ser os movimentos na torre do rei, da rainha, dos cavalos, dos peões,
como vai ser a subjetivação homoerótica em luís capucho?


Hoje, às 14 h: