sexta-feira, outubro 19, 2007

Acordei sem vontade para nada, hoje, e fui nadar.
Quando estava a entrar pelo portão, Nice disse:
- Hoje, não tem.
Então, sem entender muito, voltei, dei meia volta e vim andando pela praia, pensativo, embaixo do céu muito cinza e o vento batendo nos edifícios.
E me vieram recordações de minha adolescência, quando o mundo me cercava com suas nuvens, assim, o veludo das nuvens querendo me acariciar com sua maciez, mas me apavorava tanto naquela época e sofria tanto por nada, apenas por estar vivo.
E fiquei andando nesse dia um pouco frio, pensando que, depois de tanto tempo passado, desde que me tornei adolescente, continuo vivo e está tudo bem...
Andei um grande pedaço pela praia antes de pegar o ônibus e quando ele veio e me sentei em sua poltrona, fiquei olhando pela janela e as pessoas andando pelas calçadas me lembravam pessoas de filmes.
Vou reagir!

2 comentários:

Fábio Shiraga disse...

Tem dias que é assim mesmo, né? Por mais que você queira mudar, não dá vontade de fazer muita coisa. Eu não sei se é disso que você fala, mas o bom é quando você pode só relaxar, deitar e curtir um som.

Welter disse...

Sao por textos como este que eu te amo,se liga meu bom escritor!
Ps:
Hoje esta chovendo aqui.Tempo MUITO parecido com aqueles dia no RIo quando chove mas continua abafado...