quinta-feira, setembro 24, 2009

Durmo sempre cedo, mas, ontem, fui dormir mais cedo ainda.
E tava começando a esfriar, de modo que, na madrugada, já tinha se estabelecido, totalmente, o frio, e foi muito bom.
E quando a gente voltava do Rio, de noitinha, quando passávamos pela Perimetral, o Pedro ficou comentando sobre os ângulos de visão que víamos daquele ponto em que o ônibus corria.
- Olha, Luís, nem parece que iremos atravessar a ponte, de quem olha daqui, ta vendo? E olha esse cheiro de mar. Eu adoro!
- Eu também gosto – eu disse, quando o ônibus começou a entrar na ponte - e essa visão daqui é tão linda. Eu queria morar aqui! Já pensou, se pudesse?
- Podíamos morar embaixo da ponte, ué? Fazer um barraquinho...
- Mas aí o visual não será o mesmo.
- É, sim, Luís!

2 comentários:

Leonardo B. disse...

ih, caramba...
com a confusão esqueci-me de indicar o número do apartamento:

http://aultimaestacaodericardos.blogspot.com/2009/09/descoberta.html

é que o prédio está uma confusão!

Um imenso abraço, meu caro

Leonardo B.

anjobaldio disse...

A lua singela tá lá no meu blog. Grande abraço.