segunda-feira, outubro 13, 2008

Com a manhã de sol, os passarinhos estão serelepes em torno a minha casa.
Mamãe esta um pouco deprimida com a ferida da perna.
Ontem, estivemos na parada gay e Pedro panfletou um pouco meus livros e discos. Quando vínhamos embora, no ponto de ônibus, sentou-se uma pomba-gira a meu lado. Ela tinha um vestido rodado vermelho repleto de pequenas medalhas de ouro, e puxou conversa.
Fui monossilábico, como costumo mesmo ser. Ela não se importou. Disse:
- Sou uma bicha operada. Tive um marido italiano por muitos anos, mas depois que operei, ele foi embora.
- Ahhhhhhhhhhh....- eu disse surpreendido.
Ela pegou um ônibus para Triagem.
Quando ela caminhou para entrar no ônibus, as medalhas douradas faiscando na luz dos postes da rua, com a imensa bunda fofa e rebolante, fiquei imaginando as mucosas de sua buceta se roçando entre as pernas.
Fiquei impressionado, silencioso leit@r!

Um comentário:

Unidos por Xuxa disse...

rsrsrs!! Vc sempre consegue me arrancar boas risadas!! Adoro ler o q escreve, adoro vc!!