terça-feira, agosto 18, 2009

Minha casa ficou um brinco! Tudo cheiroso e limpo!
Minha vizinha de janela gritou-me de sua janela para mostrar-me os papagaios em namoro, que ela acabou de pintar.
Estou com uma tela em branco para fazer minhas carinhas, mas faz tempo não decido começar.
Estava lendo um livro sobre o percurso de uma alma depois que ela desencarna.
Diz no livro que os animais que vivem muito próximos ao homem estão fazendo um caminho de evolução para chegar a ser almas humanas e que eles estarão prontos, assim que perderem o medo. Cachorros, gatos, porcos, papagaios, cavalos, todos precisam ser bem tratados para que, não tendo mais medo de nós, possam evoluir.
Bob, por exemplo, já é gente, bons leit@res, se liguem...
Daí, fiquei pensando no tipo de alma humana que seja a minha, de quem os animais não têm medo. Que tipo de alma humana é a minha de quem nenhum cachorro tem medo? Será que desando, ao invés de evoluir?
De qualquer forma, não me importo.

É isso.

3 comentários:

Dudu disse...

Ta lendo essas bobagens, LUis ??

walter disse...

Este seu desando e' a propria evolucao,meu caro amigo poeta.

léo disse...

Tá ficando maluco, Luis? IAUUUUU!!!!!!!!! Estou com saudades de você. Vamos no sarau do Marzagão, no edifício Chopin? Quero te levar lá. E a Clara também. Estou misturando Algo Assim com uma música que fiz com uma letra que era para você, antes de nossa primeira parceria, e está ficando muito legal. E fecho com aquele poema que a Mathilda gostou e que já usava.