quinta-feira, julho 09, 2015

Enxergo cada vez menos do olho esquerdo, isso faz uns três ou quatro dias. Não é um defeito que tenha a ver com o grau da visão, porque quando coloco os óculos que Pedro me deu, o olho direito enxerga mais, mas o esquerdo fica na mesma. Há quatro dias, quando isso se agravou – eu percebi logo que acordei – fiquei desesperado, sentado na privada, no banheiro, apavorado, boníssimo leit@r! Mas o dia foi passando e fui me equilibrando num olho só e todo dia é assim, vou me afinando num olho apenas, a ponto de n’algumas vezes esqueçer que é um olho e não dois.
Claro, o pavor é o de outra vez ter de mudar tudo. Eu não quero parar com minh’As Vizinhas de Trás e, ontem, terminei uma delas, a do Renato, enquanto os meninos, junto ao Rafael, construíam o Peixe, aqui no apezinho.
Vejam:

4 comentários:

José María Martínez disse...

tome os remédios, vá pro doutor, nao deixe o tempo passar

Luís Capucho disse...

valeu, Tive!

Jôka P. disse...

Força aí, Luís! Vá ao médico, posto de saúde, procura examinar o olho. Você é muito talentoso, sou fã do seu maravilhoso Cinema Íris, e sigo esse blog, silencioso leitor que sou.

Luís Capucho disse...

obrigado, Jôka. Tpi undo ao P.A. agora...