sexta-feira, dezembro 13, 2013



Eu sei que é cada um na sua e se fosse o caso de concordarmos uns com os outros, durante as chuvas não teríamos visto tanta gente abandonando suas casas como bichos que se tivessem espantado com a floresta. É uma imagem terrível na televisão, porque, mesmo que as crianças se divirtam, as pessoas estão sofrendo, leit@r. É uma angústia sem tamanho ver as coisas que a gente comprou novas, de loja, serem estragadas assim num repente de chuva.
Ninguém precisa concordar comigo, porque tudo é solto, quer dizer, nada é preso a nada, mas eu queria que nunca mais parasse de chover. Igual às noites em que fico desejando que o dia nunca volte e seja sempre noite.
Por que é que tudo tem de ficar mudando?
Que coisa!

2 comentários:

ciria santos disse...

Luís,
Saudades, amigo.
Quero encomendar uma "carinha" de ti. Tem que ser loura como eu (quase) sou. Bj
Círia Santos

Luís Capucho disse...

tou maravilhado, Círia, que tenha curtido minhas Carinhas. Vou te mostrar algumas pra vc escolher... :)