terça-feira, novembro 05, 2013

Bem satisfeito como os meus dias têm sido.

Eu sei que há uma área, uma direção, pra onde não se deve avançar com o pensamento, por exemplo, na direção daqueles entulhos ao pé da cama e por maravilha do acaso do mistério, não tenho avançado por lá. O bom e silencioso leit@r sabe, há áreas de risco que em meu caso não são situadas na consciência, mas em lugares precisos como aquele cantinho e sei que um leit@r descolado não haveria de ver risco nenhum, onde me assombro e tal. O que quero dizer é que dou graças ao acaso do mistério por não estar a transitar com o meu pensamento por áreas entulhadas e, ao contrário, tenho acordado bem e tudo.

Fora isso, tenho andado com Jean Cocteau na cabeça. Era um cara muito chique e tem entre suas obras, duas, cujos títulos me deixaram curioso:

1 – A Voz Humana.

2- A Máquina de Escrever.

Mas de presente de Natal, pedi para o Pedro o livro Nossa Senhora das Flores, de Jean Genet.

Finalmente, uma foto, como sugestão, para aquele leit@r que queira presentear um amigo querido com alguma de minhas obras. O silencioso leit@r, pode entrar em contato comigo, se quiser:


2 comentários:

Jôka P. disse...

Muito bom! :-)

Luís Capucho disse...

Valeu, Jôka!