segunda-feira, abril 26, 2010

Ainda estou sonolento, mas saí da cama porque é segunda-feira.
Nessa época do ano, uma nesga de sol, muito branca, me pega na cama às 9 horas. Já são 10:25 e ela ainda está lá.
Minha casa ficou muito limpa, depois que Dorinha veio.
Tenho mantido as janelas sempre fechadas, por conta da poeira, que vem dos carros passando na minha rua.
A poeira ainda é daquela chuva tétrica que matou o pessoal que vivia em cima do lixão do Morro do Bumba.
Ainda não entendi direito: o pessoal convivia com o chorume brotando constante do chão? Isso me impressionou bastante, silencioso leit@r.
Amanhã irei ao médico e depois de amanhã também.
É isso.

2 comentários:

Ricardo Mantler disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alexandre disse...

olá capucho,

me chamo alexandre, sou de niterói.

já nos encontramos pelo menos uma vez na casa de um amigo em comum, o márcio caminha. assim como você estou fazendo graduação em letras, na uff.

estive procurando o seu livro "cinema orly" mas não encontrei em nenhuma livraria e estou muito interessado na leitura, li alguns textos falando muito bem sobre a obra e é um assunto que muito me interessa. gostaria de saber como consigo adquirir um exemplar. espero que possa me ajudar.

meu email para contato é aavaladao@gmail.com ou pode me mandar mensagem pelo twitter no endereço http://twitter.com/aavaladao.

obrigado pela atenção.

ale.